cultura Entretenimento

Exposição de Adriana Conti chega à Itu

A exposição “As coisas que não têm dimensão são muito importantes” de Adriana Conti Melo chega a Itu no início de maio, na Fundação Marcos Amaro com curadoria de Ricardo Resende.  A visitação seguirá até o dia 21 de julho e também integrará o já tradicional Festival de Artes da cidade.

Além de 17 telas, a exposição que a artista paulistana abre traz 3 trabalhos de ampla dimensão, a intervenção nas ruínas do setor do tingimento, e uma sala com jogo de luzes. É um momento grandioso de Adriana que continua seu diálogo sobre o lugar das pessoas e as saídas e respostas aos questionamentos que nos colocamos, nos quase labirintos internos onde nos metemos antes de enxergar os caminhos.

Uma grande área que já representou o progresso da indústria, a fábrica foi pioneira em importação de tecnologia japonesa, reencontra a vanguarda ao entrar no debate imagético proposto. O nome do evento, como o de todas as obras, é retirado das poesias de Manoel de Barros, o poeta da vez, já uma marca registrada da artista que durante parte da sua vida foi também editora, é bastante feliz ao jogar com a história de exagero da cidade e chamar o visitante para a importância do que nem sempre é visto. Essa é uma das características do trabalho de Conti Melo, usar as cores para conseguir um novo desenho, uma nova interpretação de perspectivas que convidam o espectador a entrar. Desta vez isso será mais possível do que antes.

A sala anexa ao salão principal das obras, de 4,00 x 4,24 m constrói uma imagem tridimensional na mesma linha de suas outras intervenções, sem pinturas, apenas com luzes. Na sala principal as obras são expostas de maneira clássica e algumas à la Mies Van Der Rohe, e convivem com uma grande parede pintada de 3,50 x 15,00 m onde as portas, integradas à obra, conservam sua função e separam os lavatórios. Em outro ambiente fabril que agora não mais tem cobertura, dois painéis de 3,00 x 8,00 m, redefinem o espaço e propõem a continuidade do discurso da artista. As 17 bases de pequena altura onde funcionava o tingimento ganharão cores que conversarão com as outras salas e o trabalho da artista nos últimos anos.

Como diz o curador, Ricardo Resende, que também exerce a função no Museu Bispo do Rosário de Arte Contemporânea, as pinturas de Conti Melo “mostram maturidade e intimidade com as cores e se permitem criar perspectivas únicas”.

Adriana Conti Melo 

Nasceu em São Paulo, estudou desenho industrial e foi editora de livros antes de se dedicar totalmente às artes plásticas. As cores são um ponto de destaque de seu trabalho. Já realizou exposições individuais em galerias e museus no Brasil e participou de coletivas em entidades nos Estados Unidos, Europa e Ásia.

A artista chega a nossa cidade com apoio cultural do portal Itu.com.br, Restaurante Cafundó e Hotel Ibis.

Serviço:
Vernissage/abertura: 06/05 sábado, das 11h às 17h
Visitação: 06/05 a 21/07, de terça, quarta e sexta-feira
Nos demais dias será necessário agendamento.
Horário: das 11h às 17h
Endereço: Rua Padre Bartolomeu Tadei, 9 – Galpão IV – Dentro da Fábrica São Pedro – Itu/SP

Anúncios

0 comentário em “Exposição de Adriana Conti chega à Itu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: