Edição 20 Persona

Guru das mamães

Há mais de 36 anos acompanhando mães e crianças desde o nascimento, nossa entrevistada deste mês, Dra. Marta Aparecida Guerreiro Silva, é pediatra e tem um carinho especial por cada um de seus pacientes. Ela fala sobre a responsabilidade que a maternidade traz, mas alerta que este papel deve ser desenvolvido apenas por quem realmente tem o desejo de mudar de vida e experimentar novas sensações.

Singular: Como você escolheu seguir esta carreira?

Dra. Marta Guerreiro: Eu me lembro que desde os meus oito ou nove anos de idade, eu falava que seria medica e, como sempre gostei muito de criança, naturalmente durante o curso de medicina, observei a minha facilidade de estar com elas, cuidar delas dentro das aulas de pediatria. Eu acho a criança muito honesta e autêntica em seu comportamento, na maior parte do tempo.

Singular: Em que momento você sente que “nasce” uma mãe?

Dra. Marta Guerreiro: Acho que ser mãe deve ser uma escolha e não uma obrigação; nem todas as mulheres querem a maternidade. Talvez o momento “indescritível” seja sentir o bebê se mexer dentro de você.

Singular: Quando nasce o primeiro filho, como são as mudanças no “estilo de vida”, senso de responsabilidade e outros que você observa nas mães?

Dra. Marta Guerreiro: O estilo de vida muda completamente; você se esquece, muda o padrão de sono, alimentação, você sabe que aquele ser é de sua total responsabilidade.

Singular: Qual é o papel das mães nessas primeiras fases da vida do ser humano?

Dra. Marta Guerreiro: O papel da mãe é essencial, pois o ser humano é totalmente dependente; sem os cuidados básicos ele não sobrevive, diferentemente dos animais. Do mesmo jeito que a mãe se sente ligada ao bebê, este, por sua vez, ainda não tem noção de que é um outro ser, ainda se sente dentro do útero; por isso a necessidade de aconchego, carinho, calor, alimento, etc.

Singular: Você observa quais mudanças nessas mães durante o crescimento das crianças que frequentam o seu consultório?

Dra. Marta Guerreiro: São várias as mudanças, mas o amadurecimento, o enxergar o outro através do filho é muito significativo. Amar de um modo incondicional, apesar das dificuldades e características de cada um dos filhos.

Singular: Tem algum conselho para quem quer ser mãe, mas tem medo por vários problemas que pode enfrentar desde a saúde até a educação?

Dra. Marta Guerreiro: O que eu posso dizer é que decidir ser mãe faz parte das escolhas importantes que temos que fazer ao longo da vida, com isso vamos enfrentar as consequências desta escolha, porém não deixe que o medo te prive de uma das mais sublimes experiências da vida.

Singular: Você é mãe? Se sim, o que mudou na sua vida depois disso?

Dra. Marta Guerreiro: Sou mãe de dois filhos maravilhosos, Daniel, de 33 anos, e Rodrigo, de 28 anos que só me deram orgulho e alegrias até hoje. A partir da maternidade aumentou o amor e o respeito pela minha própria mãe, pois me vi muitas vezes em seu papel. Profissionalmente, me ajudou muito pois aprendi a me colocar no lugar das clientes e todas as suas angústias e dificuldades. Aprendi o valor do dizer “não”, das escolhas, os limites, embora tudo isso seja difícil é o exercício do verdadeiro amor.

Singular: Quais são as melhores e piores sensações e situações que já passou nessa profissão?

Dra. Marta Guerreiro: As melhoras são o amor das crianças, a segurança que elas sentem com o meu cuidado e vê-las recuperadas, vê-las crescer ao longo do tempo, já acompanho filhos de ex-pacientes e isso é muito gratificante. A pior situação é a frustração de, algumas vezes, não conseguir as resolver as intercorrências ou doenças que ocorrem, mas faz parte da profissão.

 

Anúncios

0 comentário em “Guru das mamães

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: