Dia dos Pais especial

O Super Pai e sua Super Filha

Eles têm se transformado na função de pai nas últimas décadas. Mudanças culturais, sociais e familiares levaram os homens a participar ativamente da rotina e a interagirem mais no processo de educação dos filhos.
O fato é que, dentro de novas condições familiares, morando juntos ou separados, o que importa é a qualidade da relação entre pais e filhos.
Segundo as psicólogas Ana Carolina Nabas Menezes e Flávia Peixoto Thomaz, da Clínica Plena em Itu, em casos de pais divorciados “a separação não é exatamente o problema, mas sim as brigas e relações adoecidas entre os adultos”, explicam.
“Os pais precisam entender que um ponto em comum essa relação deixou: o filho. Olhar unilateralmente para essa condição, de forma empática trará muito mais benefícios para a educação das crianças”, enfatizam.
A receita é uma só: pais precisam ser presentes e o que importa, é claro, é o amor por seus filhos.
Assim é a linda história de amor e cumplicidade de André Bertone Bussaglia, de 35 anos, e sua filha, Pietra Cardoso Bussaglia, de 14. Descobriu que ia ser pai aos 20 anos, quando namorava a mãe de Pietra, na época, por dois anos.
André conta que nessa época sentiu medo e preocupação, por sua situação financeira não ser a melhor. “A paternidade me trouxe um senso de responsabilidade que eu não tinha… Minha reação quando ela nasceu foi realmente de preocupação, no sentido de: será que eu dou conta? Só tive coragem de dar banho nela depois de três meses… Morria de medo de derrubá-la na banheira! Eu fazia de tudo: dava banho, trocava fralda, papinha… Sempre tive essa noção de que a responsabilidade era dos dois, pai e mãe, e não só da mãe”.
Foram 14 anos de união com a mãe de sua filha, até que a separação aconteceu.“Ela é muito grudada comigo! Às vezes, até demais. A separação foi um momento tenso, foi a primeira vez que ela me viu chorar. Mas eu deixei claro que a guarda seria compartilhada. Nunca me passou pela cabeça a hipótese de não ser assim”, explica.
Pietra tinha 11 anos quando os pais se separaram. Segundo ela, no início ficou muito triste, mas por seu pai ser muito presente na sua vida, não encara a separação como algo ruim. “Eu consigo vê-lo todos os dias, assim como minha mãe. Gosto de passar as noites e finais de semana com ele, nós jogamos vídeo game, RPG, e fazemos muitas coisas juntos! A gente é bastante parecido, não só fisicamente…fazemos coisas de nerds juntos, gostamos das mesmas coisas (risos).”
A relação de pai e filha é de muita parceria e confiança. “A gente é bastante amigo. Eu sempre conto para ele tudo o que eu faço, os meninos que gostei, as coisas que acontecem na escola. Ele é muito amigo meu, a gente tem uma relação muito engraçada…sempre fica se ‘zoando’, fazendo brincadeira; somos os melhores amigos um do outro. O que mais admiro no meu pai é que ele sempre está com um sorriso no rosto, é simpático e alegre com todos, eu me espelho nele para ser assim”.
André comenta que a paternidade o fez alguém muito mais responsável. “O André depois da Pietra é uma pessoa melhor. Conheci aquele amor que vem de graça, não cobra nada, além da reciprocidade que a gente tem, de forma tranquila e gostosa. Passei a dar valor para os pequenos momentos da vida! Busco sempre ser um bom exemplo para ela!”.
A história dos dois é um exemplo de que, pais podem e devem ser tão presentes e amigos quanto as mães.“Eu amo muito meu pai e não seria nada sem ele! Ele sempre me ajuda em tudo o que ele pode e um dos meus momentos mais felizes é sempre quando estou com ele, pois ele me faz uma das pessoas mais felizes do mundo. Acho que por isso a gente é tão conectado, eu sou completamente apaixonada pelo meu pai!”, finaliza Pietra.

Anúncios

0 comentário em “O Super Pai e sua Super Filha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: