nutrição Sem categoria

A importância da suplementação de proteínas e vitamina D para preservar a massa magra em idosos obesos

Por Serafim Netto
Nutricionista formado pela Universidade Metodista de Piracicaba, pós-graduado em bases nutricionais para atividades físicas e especialista em nutrição desportiva pela UniFMU – SP. 

O importante antes de mais nada é procurar um nutricionista para que o mesmo possa adequar e individualizar sua dieta para otimizar e atingir os resultados de forma fidedigna. Esta matéria tem como objetivo demonstrar a importância do consumo de proteínas e vitamina D, para evitar a sarcopenia, ou seja, perda de massa muscular em idosos, onde este fato é muito recorrente nesta população. Este estudo foi publicado em uma das maiores revistas científicas de nutrição, The American Journal of Clinical Nutrition, onde idosos obesos submetidos à dieta hipocalórica e treinamento de força com suplementação de proteínas do soro do leite e vitamina D, preservam a massa muscular quando comparada com suplemento isocalórico.

Os autores do estudo conduziram um estudo duplo-cego e randomizado que avaliou o efeito do uso do suplemento hiperproteico com leucina e vitamina D (150 kcal e 21g de proteína/ dia) na preservação da massa muscular em 80 idosos obesos durante um programa de perda de peso intencional.

O programa de perda de peso teve duração de 13 semanas, e durante esse período todos os indivíduos seguiram uma dieta hipocalórica (com redução de 600 kcal do valor calórico total) associada a um treinamento de resistência 3 vezes por semana. Os indivíduos foram aleatoriamente divididos para receber suplemento hiperproteico com leucina e vitamina D ou suplemento placebo isocalórico.

Os resultados demonstraram que ambos os grupos apresentaram redução do peso corporal, porém, o grupo que recebeu o suplemento hiperproteico apresentou aumento de massa muscular apendicular e massa muscular em membros inferiores.

Os autores afirmam que esse estudo é o primeiro a mostrar que o uso de um suplemento contendo alta quantidade de proteína de soro do leite, leucina e vitamina D preserva a massa muscular durante a perda de peso intencional por uma dieta hipocalórica combinada com exercícios de resistência em idosos obesos, e que estes resultados suportam a conduta de aumentar a ingestão de proteína de alta qualidade e em quantidade suficiente durante um programa de perda de peso para ajudar na prevenção da sarcopenia induzida pela perda de peso.

0 comentário em “A importância da suplementação de proteínas e vitamina D para preservar a massa magra em idosos obesos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: