nova edição Persona

Juninho Paulista: o filho do Ituano

O bom filho a casa torna. É assim que podemos definir a relação de Juninho Paulista – ex-atleta profissional e atual gestor esportivo – com o Ituano Futebol Clube.
Uma relação de amor e parceria existente desde a década de 90, quando o então jogador despontou para o futebol brasileiro, passando pelas categorias de base e profissional do Galo de Itu. Com destaque nacional no São Paulo, após ser observado por Telê Santana, Juninho teve uma carreira brilhante com passagens pelo Middlesbrough e Atlético de Madrid. Retornou ao futebol brasileiro, passando pelo Vasco e Palmeiras, e chegou ao ápice com a Seleção Brasileira, na conquista do Pentacampeonato Mundial, em 2002.
Após uma trajetória vitoriosa dentro dos gramados, Juninho Paulista retornou às suas origens e assumiu, em 2009, a gestão do futebol do Ituano, com o objetivo de resgatar a imagem do clube e sua tradição em revelar talentosos jogadores para o cenário futebolístico. Vale lembrar que em 2010 Juninho ainda voltou a jogar pelo Galo e, em seguida, encerrou definitivamente sua carreira.
Sob seu comando, as áreas administrativa e esportiva do Ituano passaram por reformulações, o que levou o time ao título do Paulistão em 2014 e também à conquista do Troféu do Interior, em 2017. Já na temporada 2018, o Ituano estreia no dia 17 de janeiro contra o São Caetano, no Estádio Municipal Doutor Novelli Júnior.
Confira entrevista exclusiva!

Singular: Quais são suas expectativas para o Campeonato Paulista que está prestes a começar?
Juninho Paulista: Estou bem otimista. Há alguns campeonatos que o Ituano entra em competição e sempre brigando para a classificação. A equipe está bem preparada, é um dos anos que estamos construindo uma equipe bem técnica e esperamos que este ano o Ituano consiga uma classificação para as finais.

Singular: Como foi a formatação da nova equipe em um cenário econômico tão instável?
Juninho Paulista: A vantagem é termos construído uma estrutura muito sólida, desde 2009. As nossas condições de trabalho são equivalentes às equipes grandes, com isso a gente consegue atrair jogadores de qualidade e um potencial salarial que encaixa em nosso orçamento. Marca o retorno do Vágner (goleiro campeão em 2014) e do Corrêa, que foi um jogador criado aqui na base, inclusive jogou com Vinicius, que é o treinador. Além dos jovens a quem estamos dando uma primeira oportunidade na equipe principal, que é o caso do Luiz Henrique, do Matheus e do Baralhas. Então existe uma mescla entre a nova geração e o retorno de alguns jogadores, acho importante essa mescla em todos os setores do campo, para dar uma sustentação a esses jovens.

Singular: Qual a expectativa do comando do Vinícius Bergantin, que é um “prata da casa” da equipe?
Juninho Paulista: A expectativa é ótima. Ele sabe como o clube trabalha, sabe sua filosofia, está com a gente há quatro anos, são dois ou três anos de auxiliar, ganhando uma experiência grande, comandou as equipes de base, então acho que ele está muito bem preparado para assumir essa condição.

Singular: Existe o projeto de ampliação do Centro de Treinamento, que já recebeu investimentos na época da última Copa do Mundo?
Juninho Paulista: Já completamos a questão dos campos. Temos uma estrutura de vestiários, de piscina aquecida e dividimos esse prédio com a Secretaria de Esportes. A intenção é poder ampliar para a questão de alojamentos, ter um centro de fisiologia, fisioterapia e academia, todos juntos, então esses são os próximos passos.

Singular: Qual o objetivo da parceria com o Grupo Gaia?
Juninho Paulista: Eu sempre busquei administrar o Ituano como uma empresa e poder implantar tudo aquilo que aprendi como jogador. Passei por mercados como Espanha, principalmente Inglaterra, esses clubes têm donos e são tratados realmente como uma empresa. Na questão de marketing fomos trocando, tentando encontrar algumas soluções, principalmente para atrair os ituanos para dentro do Ituano Futebol Clube, e senti que nessa área ainda faltava uma solidez, que a gente já tem na parte do futebol. Então o Grupo Gaia entendeu a situação e topou esse desafio.

Singular: O que o clube tem feito para ter cada vez mais apoio da cidade?
Juninho Paulista: Um dos trabalhos a serem feitos é com os jovens, principalmente os de Itu. Vamos buscar alcançá-los para que o Ituano seja o primeiro clube deles e não o São Paulo, o Palmeira, o Santos para depois ser o Ituano. Vamos, inclusive, lançar uma campanha e quem entrar no estádio ganhará uma camisa, até mesmo para uma divulgação maior do clube. Fora isso vamos criar várias ações, mas ainda não foram definidas, estamos decidindo também sobre as ações com os sócios torcedores.

Singular: Qual a sua avaliação à frente do Ituano desde 2009?
Juninho Paulista: Eu peguei o clube numa situação um pouco complicada e acredito que não existem resultados rápidos no futebol, é preciso ter um planejamento. E foi isso que aconteceu, eu não apenas me preocupando com a equipe dentro de campo, mas fora também, como estrutura, tanto física quanto pessoal; sem contar as categorias de base que não existiam, o Ituano já não praticava isso fazia quatro anos. Então fomos criando e crescendo, tanto que nos três primeiros anos a equipe se salvou no último jogo e sabíamos que passaríamos por essa dificuldade, mas paralelamente a isso fomos construindo, inclusive o sonho de um Centro de Treinamento que foi concretizado. E eu tinha certeza de que, com um pouco mais de estrutura e uma solidez maior, entraríamos em campeonatos mais para brigar por classificação. Veio o título de 2014 que mostrou que estávamos no caminho certo. Quando falamos em estrutura, falamos em condições de trabalho. Hoje temos nutricionista, assistente social, psicóloga, enfermeiro, médicos de plantão, o que faz toda a diferença. Na questão das categorias de base, os frutos estão aí, temos o Morato no São Paulo; Clayson no Corinthians; Vitor Hugo que estava no Palmeiras e foi vendido para a Itália; e o Luiz Felipe que é o titular da Lazio da Itália.

Singular: Quais são os planos de sua gestão para 2018?
Juninho Paulista: O equilíbrio financeiro é uma das metas mais importantes que temos que conquistar a curto prazo. Na parte esportiva é a classificação e chegarmos nas finais do Campeonato Paulista. Temos também a Copa do Brasil, sabemos que é difícil, mas nosso plano é chegarmos pelo menos na terceira fase; além das ações para a questão de unificação com a cidade de Itu.

Anúncios

0 comentário em “Juninho Paulista: o filho do Ituano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: