release

Startup de tecnologia ituana está ganhando o setor automotivo brasileiro

Fundada por dois irmãos residentes de Itu, a empresa atende hoje atende grandes marcas do varejo de carros e mostra panorama de clientes

Muitas concessionárias perceberam em 2017 que não tinham controle nenhum sobre os consumidores que chegavam através da internet. Em outras palavras, perdiam vendas por não se atentarem com as inúmeras possibilidades que tinham em mãos. Conhecidos como leads, esses consumidores com intenção de compra, são o foco da startup de tecnologia Followize de Itu/SP, que desenvolve um software específico para mapear, gerenciar, e dar todo o suporte para que o vendedor consiga efetuar a venda.

Com 80% da base de clientes neste setor, a startup está apostando alto. O co-fundador André Gil  conta: “estamos aumentando a expertise para atender esse mercado que até então tinha pouquíssimo ou quase nada de controle sobre os leads. De 1320 usuários usando o nosso software, 1085 são do varejo de carros”, explica.

Atualmente, a Followize tem como cliente 44% das concessionárias que trabalham com BMW no Brasil,  19% de veículos da Mini, 18% de Jaguar / Land Rover, 14% da Toyota e 12% da Harley Davidson. Também atende as bandeiras Volkswagen, Jeep, Nissan, Audi, Mercedes Benz, Peugeot, Mitsubishi, Renault, Fiat, Kia, Hyundai, Chevrolet e Ford.

 As empresas atendidas aqui no interior de São Paulo são: Grupo Automec de Itu, Grupo Maggi de Itu, SAF/SOMA de Sorocaba, Marinho Veículos de Sorocaba, Ômega Veículos de Sorocaba, Grupo Germânica de Campinas, Grupo Santa Emília de Ribeirão Preto, entre tantos outros espalhados pela capital e outros estados do País.

Ao realizar um panorama sobre o ano que passou, a startup chegou a números expressivos com a somatória de resultados de seus clientes: 152.908 leads, apresentando um aumento de 243%, 6.264 vendas, um avanço de 124% e faturamento de pouco mais de R$ 390 milhões em veículos vendidos.

“A média de taxa de conversão em vendas dos nossos clientes ficou em 6%, sendo que nacionalmente a taxa trabalhada é de apenas 2%. A meta é terminar 2018 com 2.640 usuários, um aumento de 100% com a situação atual”, conta Anderson Gil, também co-fundador da startup.

Os irmãos Gil acreditam e apostam na Anfavea (Associação Nacional dos. Fabricantes de Veículos Automotores) e Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), que divulgaram recentemente que acreditam que o crescimento do mercado deverá ser superior em 2018, com um avanço de 7,3% nas vendas de veículos. Além disso, outros fatores que contribuem para este cenário que o atual ciclo na economia é positivo, com queda de inflação e de juros, e que o número de emplacamentos deve seguir subindo ao longo de ano.

0 comentário em “Startup de tecnologia ituana está ganhando o setor automotivo brasileiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: